10 Dicas para evitar acidentes em banho e tosa

10 Dicas para evitar acidentes em banho e tosa

1 – No momento em que o pet estiver na banheira ou sobre a mesa deverá estar com uma guia de segurança que passara no pescoço e na axila do lado oposto ao pescoço

2 – O profissional nunca deve se afastar do animal enquanto estiver na mesa ou dentro da banheira, o risco de queda e enforcamento e eminente.

3- Os produtos utilizados devem ser específicos para pet, nenhum produto de origem humana deve ser usado.

4- A secagem do animal devera ser sobre a mesa ou me máquinas de secagem próprias. Deixar o animal secando dentro da gaiola, levará a queimaduras.

5- Deve-se higienizar mesa, rasquiadeira, pentes e ou qualquer material antes de utilizar no animal.

6-Diluição de medicamentos devera ser realizada pelo veterinário por conta do risco de intoxicação.

7- Após utilizar medicamentos como amitraz, sprays a base de álcool deve secar o animal em temperatura fria.

8- Animais muito agitados tome cuidado com a tesoura, risco de cortar o animal.

9- Caso o animal seja agressivo, verifique a possibilidade de sedar sempre na presença do veterinário, risco de machucar o animal e morder a equipe envolvida.

10- Em dias muito quentes a agá do banho severa esta em no máximo 37° e secar o animal a temperatura de morna

Gabriela Muniz
[email protected]

Formada em Pedagogia pela Universidade São Marcos (UNIMARCOS) e em Medicina Veterinária na Universidade Santo Amaro (UNISA). É pós-graduada em “Insuficiência Respiratória em UTI: Monitorização e Tratamento” pelo Hospital A.C. Camargo e participou de diversos cursos de extensão e congressos, entre eles o “III Curso de Emergência em Animais de Companhia” promovido em 2010 pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade Estadual Paulista (FMVZ-UNESP) e do “Congresso Brasileiro Anclivepa”, em Minas Gerais (2014). Também cursou “Gestão em Marketing, Administração, Finanças e Vendas” na Fundação Getúlio Vargas de São Paulo.



Agende pelo WhatsApp